Oh que tão precioso sangue, meu Senhor verteu,

Quando para resgatar-nos, padeceu!


Oh que tão precioso sangue, fala nos de paz,

Tudo quanto a lei exige, satisfaz!


Oh que tão precioso sangue, traz nos salvação,

Deus por Ele dá aos crentes, o perdão!


Oh que tão precioso sangue, do meu Salvador,

Pois que a todos manisfesta, Seu amor!


Oh que tão precioso sangue, que liberta os réus,

Podem ter por ele entrada, lá nos céus!


Ethelbert W.Bullinger (1837 - 1913)
Henry M.Wright (1849 - 1931)
Arranjo adaptação e gravação mp3: AFDahmen