Que grande amgio é meu Jesus, tão santo, bom eterno!

Sem outro igual, o Seu poder, e o seu amor superno.

Para esta ovelha sem vigor, olhou com simpatia,

E Sua tão bondosa mão, serviu me então de guia.


Que grande amgio é meu Jesus, de longe quis buscar-me!

Desceu, chegou, sofreu, penou, morreu prá resgatar-me.

As glórias do seu santo lar, renovam meu alento,

Pois breve espero receber o Seu acolhimento.


Que grande amigo é meu Jesus, meu guia tão prudente!

Meu protetor tão ideal, e capitão valente.

Sou de Jesus, Jesus é meu por tempos sempiternos,

E gozarei de Deus no céu, favores seus paternos.


George C.Stebbins (1846 - 1945)
James G.Small (1817 - 1888)
Arranjo adaptação e gravação mp3: AFDahmen